Página Inicial / Projeto Família
Projeto Família PDF Imprimir E-mail
Escrito por Administração   
Ter, 01 de Março de 2011 16:30

O Projeto Família surgiu a partir da orientação recebida do dirigente espiritual do Grupo Espírita Redenção, que norteou os princípios básicos do trabalho que possibilitaria o resgate da dignidade de nossos irmãos.

A partir dessa orientação desenvolveram-se as premissas que direcionaram as atividades do projeto cujo objetivo geral é a implementação de uma assistência social mais efetiva às famílias carentes, cadastradas pelo G.E.Redenção, ajudando-as no seu crescimento material, moral e espiritual.

A simples distribuição periódica de uma sacola de alimentos, complementada de uma ou outra ajuda isolada e não coordenada, com vistas a suprir uma necessidade momentânea, já não nos bastava. Percebemos que a segunda geração de uma mesma família já era nossa assistida, carregando inclusive as mesmas dificuldades, carências e limitações de seus antecessores.

O despertar dessa realidade nos levou a questionamentos: "afinal o que fizemos ao longo desses anos? Exercemos a fraternidade ou fomos coniventes com o estado de estagnação do nosso irmão?" Talvez as duas hipóteses estejam certas. O que fizemos para promover o crescimento daquele que é ajudado? A busca de respostas para essas questões passaram a se constituir no ponto central de nossas reflexões sobre o trabalho de ajuda ao próximo.

Através do Espírito Nathanael, responsável pela nossa Casa, tivemos a orientação para que os trabalhos de assitência tivessem como foco principal "a família". Que todas as nossas ações tivessem como escopo o desenvolvimento da consciência de cidadania, como também o crescimento, não só material mas, principalmente, espiritual e moral de todos os integrantes de um mesmo lar.

O "Projeto Família" surgido desde então (meados do ano 2000), tem como premissa básica e diferencial a mudança de posicionamento no atendimento ao necessitado, integrando ações e tendo como objetivo principal o resgate da dignidade e da auto-estima do companheiro beneficiado. O que era até então um movimento de mão única, baseado no automatismo de dar e na passividade do receber, assumia o caráter de mão dupla, com direitos e deveres de ambas as partes (Grupo e assistido) tornando nosso compromentimento muito mais intenso e profícuo.

Construir um banheiro num barraco, não significa apenas melhorar as condições de higiene e asseio para os moradores daquela habitação, mas é também e, principalmente, mostrar-lhes o sentido de privacidade e de respeito à intimidade de cada um, pois, não raras vezes, as ações pertinentes àquele recinto são, por falta de opção, obrigatoriamente compartilhadas com todos os membros da família.

Prover um companheiro com uma peça de vestuário deixa de ser apenas um gesto automático de suprir sua carência, mas passa a ser, também, um incentivo ao seu despertar para a necessidade de se sentir, na aparência, em condições de igualdade nos ambientes em que está presente.

Providenciar a prótese dentária para uma senhora, ou qualquer um dos integrantes de uma família, antes de ser apenas uma ação de recomposição estética ou profilática é, acima de tudo, o resgatar de sua auto-estima, dando-lhe alegria e prazer, devolvendo-lhe a confiança.

Regularizar a documentação de um companheiro, além do simples cumprimento de uma exigência legal, é desenvolver nele as noções básicas de cidadania, com direitos e deveres perante à comunidade, como qualquer cidadão de bem.

A necessidade de uma crença religiosa, bem como a obrigatoriedade da freqüência às reuniões, formam a base do trabalho contínuo de formação dos valores morais, éticos e de amor ao próximo, instrumentalizando e dando lastro ao caminhar do companheiro com vistas ao seu crescimento espiritual.

Assim é o "Projeto Família", muitas são as ações, mas cada uma delas integra uma proposta maior de crescimento e de resgate da dignidade do ser humano que a integra.

O Mundo é de "expiação e provas", através do "Projeto Família" tentamos despertar no assistido o interesse pelo seu progresso, considerando a condição de igualdade de competição e necessidade de sobrevivência numa sociedade tão desigual.
 

Reflexões Espiritistas

 
 

Pesquisar no Site

Educação Espírita

Educação Espírita Para a Família

CONHEÇA O NOSSO TRABALHO

SEMEANDO IDÉIAS

 
Leia aqui 
 
 

Movimento Espírita

 

Grupo Espírita Redenção - Andaraí - Rio de Janeiro, Powered by Joomla!