Página Inicial / Crônicas Espíritas / Revelação
Revelação PDF Imprimir E-mail
Escrito por Jayme Lobato   
Ter, 15 de Fevereiro de 2011 15:36

Maria conversa com Jonas, seu marido, após quatro meses de ele ter-se submetido a uma cirurgia de grande porte.
– Como está se sentindo, Jonas?
– Estou sentindo-me cada dia melhor, Maria.
– Se Deus quiser, logo você poderá voltar às atividades na casa espírita.
– A propósito, Maria, estou com vontade de ir à comemoração de fundação do centro.
– Ótima idéia, Jonas!
– Julgo-me em condições de participar do evento.
– Se você estiver se sentido bem, acho que será muito benéfica sua ida à casa espírita.
– Sinto saudades da vivência no centro.
– Eu também, Jonas!
– Estamos afastados de nossas atividades há mais de quatro meses.
– E considerando, meu querido, que o centro surgiu de uma reunião em nossa casa, o seu aniversário é como se fosse o nosso
aniversário. Não é mesmo?!
– Certamente, meu bem!
– Acho que lhe faria muito bem essa ida ao centro.
– O médico já me liberou para algumas atividades mais leves.
– Então, Jonas, a você caberá decidir.
– E já decidi. Irei à comemoração.
No dia do evento, lá estava Jonas no meio dos amigos, não só do próprio centro, como de outras instituições. Após a palestra
comemorativa, os presentes são convidados a um simples lanche e a uma boa conversa. Várias pessoas buscam Jonas.
– Jonas! Que prazer vê-lo, amigo.
– Não podia deixar de vir a essa comemoração, Haroldo.
– E a saúde, cara?
– Estou recuperando-me bem, graças a Deus.
– Sua fisionomia está ótima!
– Tenho muito a agradecer ao Alto pelo amparo, como aos amigos encarnados, pelas boas vibrações que muito me têm ajudado.
– Estou feliz em vê-lo bem, companheiro. Levarei essa boa notícia para a minha casa espírita.
– Leve, também, Haroldo, o meu abraço para todos os amigos de lá.
– Com certeza!
Logo depois, Elisa chega junto de Jonas.
– Olá, meu amigo!
– Oi, Elisa!
– Pelo que vejo, você já está muito bem.
– Estou recuperando-me conforme os prognósticos do médico que me assiste.
– O pessoal do centro sempre me pergunta quando você voltará lá, para fazer palestra.
– Ainda não voltei às atividades daqui - da minha casa espírita.
– E quando você julga que recomeçará o trabalho?
– Penso que no início do ano já poderei voltar às atividades do centro.
– Avise-me, por favor, quando recomeçar o trabalho fora, para agendarmos as palestras.
– Fique tranqüila que não esquecerei.
– Vou deixá-lo, pois muitos querem abraçá-lo.
– Abrace o pessoal do centro por mim, Elisa. Diga-lhes que, em breve, se Deus quiser, estarei por lá.
Nesse momento, Jonas se senta ao lado de Vanilda, trabalhadora de uma casa espírita muito afim com a instituição de que ele participa.
– Permita-me sentar ao seu lado, Vanilda.
– Esteja à vontade, Jonas.
– Não posso ficar muito tempo de pé. Sinto-me ainda enfraquecido.
– Não é pra menos, amigo! Afinal, você passou por uma cirurgia séria e cuja recuperação merece muitos cuidados.
– Saiba, querida amiga, que sou muito grato a Deus por tudo que venho recebendo. São muitas as manifestações de carinho dos companheiros encarnados. A ajuda do Alto tem sido inestimável!
– Aliás, logo após a operação, ao pedirmos por você lá no centro, um dos Benfeitores Espirituais dissera-nos que em um ano você estaria completamente em condições de retorno às atividades.
– Um ano?! – surpreende-se Jonas.
– Isso mesmo, caro amigo, um ano.
Logo após...
– Maria, tenho muito que agradecer aos amigos que vibraram pelo êxito da cirurgia a que fui submetido.
– Precisamos orar muito por todos eles, marido.
– A Vanilda falou-me que, logo após a operação, um dos Benfeitores Espirituais da sua casa espírita informou que em um ano
eu estaria em condições de retorno às atividades espíritas.
– Em um ano?! – surpreende-se, também, Maria.
– Pois é, querida, eu também achei muito tempo. Estou pensando em recomeçar, no próximo mês, algumas tarefas no centro.
– Façamos a nossa parte, Jonas, e entreguemos o restante a Deus!
– O centro que a Vanilda freqüenta tem assistência de bons espíritos.
– Não nos preocupemos com isso agora, marido.
– Isso mesmo! Como você sempre diz: cada coisa na sua hora, no seu momento.
No mês seguinte...
– Maria, marquei para a próxima quarta-feira o urologista, para o exame periódico.
– Que ótimo, Jonas!
– Não entendo o preconceito, que ainda existe entre os homens, com relação ao exame periódico da próstata.
– A Medicina Preventiva, de certa forma, ainda não é bem compreendida pela população.
– Infelizmente, isso é um fato!
– Ainda existem algumas mulheres que também resistem ao exame preventivo periódico.
– No caso da próstata, como em outros casos, o exame preventivo pode registrar um problema ainda no início, com excelentes perspectivas de cura.
– Nós ainda achamos, querido, que a dificuldade não chega à nossa porta. Mera ilusão!
– E quando chega, por nosso descuido, nos desesperamos.
Jonas vai ao médico, que lhe recomenda alguns exames, que ele logo providencia. Com os resultados prontos, ele volta ao urologista.
– Dr. Arnaldo, aqui estão os resultados dos exames solicitados.
– Desde que o acompanho, Jonas, os exames vêm apresentando boas condições prostáticas. Porém...
– Pelo que pude ver, doutor, o PSA, desta vez, está alto.
– É, meu amigo, o PSA realmente está alto.
– E que procedimento adotar, doutor?
– Pedirei uma biópsia, para melhor avaliar a situação da próstata.
Jonas faz a biópsia e o resultado diz haver um adenocarcinoma em estágio inicial. Ele, apreensivo, busca também o oncologista que, concordando com a opinião do urologista, aconselha a cirurgia. Ele retorna ao Dr. Arnaldo.
– Doutor, o oncologista também optou pela cirurgia como a melhor solução para o meu caso.
– Então, Jonas, poderemos iniciar os exames pré-operatórios?
– Claro, doutor!
– Embora já tenhamos falado no assunto, entrego-lhe uma relação das possíveis conseqüências deste tipo de cirurgia.
– O oncologista também me falou a respeito.
Jonas é operado e, tempos depois, em casa, conversa com a esposa.
– Maria! Você se lembra da previsão do meu retorno às atividades espíritas feita por um Benfeitor Espiritual do centro de que participa a Vanilda?
– Lembro-me, sim, marido. O espírito disse que você estaria de volta às atividades espíritas em um ano, contado a partir da primeira cirurgia.
– E se lembra da minha reação?
– Você – como também eu - achou muito tempo, pois já se achava recuperado da primeira operação e pronto para iniciar suas atividades.
– Pois é, querida, não imaginava que iria passar por uma nova intervenção.
– E o Espírito, realmente, acertou.
– Estarei, se Deus quiser, voltando às atividades um ano após a primeira cirurgia, como ele predisse.
– Os Bons Espíritos sempre acompanharam os trabalhos da casa em que trabalha a Vanilda.
– E ela é um bom médium!
– Esse fato vem confirmar a boa orientação espiritual daquela instituição.
E, assim, confirmada a revelação do Espírito Benfeitor, Jonas estará reiniciando suas atividades espíritas justamente um ano após a primeira intervenção cirúrgica.

Boletim de Setembro/2008

Última atualização em Qui, 12 de Maio de 2011 15:01
 

Reflexões Espiritistas

 
 

Pesquisar no Site

Educação Espírita

Educação Espírita Para a Família

CONHEÇA O NOSSO TRABALHO

SEMEANDO IDÉIAS

 
Leia aqui 
 
 

Movimento Espírita

 

Grupo Espírita Redenção - Andaraí - Rio de Janeiro, Powered by Joomla!