Página Inicial / Crônicas Espíritas / Eles ajudam
Eles ajudam PDF Imprimir E-mail
Escrito por Jayme Lobato   
Seg, 14 de Fevereiro de 2011 14:47

Tadeu foi um dos fundadores do Centro Espírita. Há aproximadamente dez anos vinha ele ocupando o cargo de presidente. Sob sua administração, a instituição voltou-se para o estudo sistematizado da Doutrina Espírita e, em conseqüência, os trabalhos passaram a ter orientação mais segura. Júlia, necessitada de ajuda, o procura:

- O senhor é o presidente do Centro?

- Sou sim, minha senhora. Chamo-me Tadeu. O que deseja?

- Meu nome é Júlia! Há anos que venho sendo vítima de um processo obsessivo. Sinto-me muito mal. Disseram-me que o senhor podia me ajudar. E, por isso, aqui estou!

- O que a preocupa?

- Primeiro, quero saber se o meu caso tem cura. Já percorri vários centros, sem resultado. Sofro de uma obsessão terrível!

Tadeu, então, indaga:

- Mas, minha irmã, como foi diagnosticado seu processo obsessivo?

- Uma vez, meu senhor, passei mal no trabalho e uma colega, que freqüenta centro, me afiançou que meu caso é de obsessão.

E Júlia historia o seu problema para o dirigente espírita.

- Em busca de cura, já fui a vários lugares. Cheguei a fazer trabalhos, acendi muitas velas, mas nada! Nada disso adiantou! Continuo sentindo as mesmas coisas.

- A senhora já foi ao médico? - pergunta Tadeu.

- No início, cheguei a ir. Porém, depois que a colega de trabalho me disse que é caso de obsessão, nunca mais fui. Uma senhora vidente confirmou que sofro perseguição espiritual. Queria fazer um trabalho para mim, mas como era muito caro, desisti. Assim, aqui estou, para o senhor dar um jeito no meu caso.

- Ora... minha senhora, eu não "dou jeito" no caso dos outros. Toda assistência espiritual é prestada pelos Espíritos Benfeitores.

- Então, por favor, "seo" Tadeu, peça a eles por mim. Tenho sofrido muito!

- Colocarei seu nome para orientação espiritual. Por favor, volte depois de amanhã, que teremos a resposta.

No prazo marcado, lá estava Júlia a procura do "seo" Tadeu. É recebida por Frederico, um dos trabalhadores do Centro.

- Olá minha irmã! Chamo-me Frederico! Deseja alguma coisa?

- Sim, "seo" Frederico. O "seo" Tadeu recomendou que viesse aqui hoje, apanhar uma resposta.

- Ah, sim! Aguarde um instante! Ele virá atendê-la logo.

O dirigente do centro, então, adentra a sala em que está dona Júlia. Senta-se ao lado dela e fala:

- Minha querida irmã, a orientação dos Benfeitores Espirituais é no sentido de que a senhora procure o médico. Há indícios de problemas de menopausa não tratada.

Júlia decepcionada, argumenta:

- Mas, "seo" Tadeu, muita gente fala que sou assediada por espíritos perturbados!

- Muita gente fala muita coisa, minha irmã! Procure o médico, se trate e continue freqüentando o centro espírita, depois voltaremos a conversar. Em seu próprio bem, vá ao médico, Júlia.

E Júlia, sentiu, naquele momento, uma saudade enorme de sua mãe, já falecida. Parecia-lhe que sua mãe a induzia a atender à recomendação ali recebida. Tanto que, saiu rápido e, movida por aquele estímulo, foi diretamente a procura do consultório médico. Tempos depois ela volta ao centro e chega justamente quando já havia começado a reunião pública da instituição. Falava Tadeu

- Meus caros irmãos, a obsessão é atraída para cada um de nós pelo nosso modo de pensar, de sentir e de agir. Nenhuma perseguição espiritual se faz presente em nossas vidas, sem que a mereçamos. Devemos dar ênfase ao melhoramento do obsidiado, porque mudando-lhe as disposições mentais, muda-lhe também a sintonia com os espíritos infelizes.

Tadeu discorreu sobre a obsessão, suas causas, conseqüências e tratamento, se-gundo a visão espírita. Terminada a exposição, Júlia levantando-se fala:

- "Seo" Tadeu, me é permitido falar? Preciso falar! Posso falar!

Embora não fosse habitual na casa, mas dada a insistência da irmã, Tadeu, um tanto embaraçado, acenou com a cabeça que sim.

- Ah! "seo" Tadeu, como melhorei da saúde! Ainda estou em tratamento médico, mas já me sinto praticamente curada.

O dirigente querendo dar por encerrada a conversa em público, disse:

- Que bom, minha irmã! Depois conversaremos!

Terminada a reunião, sentam-se os dois e Júlia inicia o diálogo.

- Engraçado "seo" Tadeu. Naquele último dia que aqui estive, embora decepcionada, senti uma enorme necessidade de confiar na sua recomendação. Estranhamente, lembrei-me de minha mãe, já falecida, como que a me dizer, por dentro, que aqui eu tinha encontrado o caminho da solução para o meu sofrimento. Me dá até arrepios, quando penso, tal a sensação que senti. Era como se minha mãe me falasse realmente!

- Observe, minha irmã, a realidade dos fatos. Soubemos pelos Bons Espíritos, que o Espírito de sua mãezinha aqui esteve realmente ajudando você, naquele dia. Falou ao seu coração, buscando encaminhá-la na busca do seu real equilíbrio.

- Quer dizer, "seo" Tadeu, que minha mãe esteve mesmo aqui!. Então o que eu senti foi verdadeiro?

- Aqueles que nos amam e que já estão no mundo espiritual, continuam nos amando e, quando podem, nos ajudam mesmo.

- Agora, veja o senhor, eu que vivi muito tempo correndo dos espíritos, com medo deles, acendendo velas para me livrar deles, não sabia que eles é que estavam correndo atrás de mim para me ajudar, e não para me perturbar. Não é isso, "seo" Tadeu?

- No seu caso, Júlia, o que havia era uma menopausa mal cuidada e uma obsessão mal diagnosticada. Se você quiser, continue freqüentando a nossa casa espírita, participe das reuniões de estudo e passará a compreender melhor a atuação dos Espíritos sobre nós, os encarnados.

- Só em saber que minha mãe me ajudou e que poderá ajudar-me mais, fico comovida! Parece que estou sonhando, "seo" Tadeu. Preciso entender melhor essa proposta. Nesse mundo de tantas aflições e dificuldades, isso é um consolo inestimável. Aqui voltarei, pois, há perguntas que tenho feito e que, para as quais, não encontrei respostas convincentes. Tenha, certeza, eu voltarei!


Boletim de Abril/2001
 

Reflexões Espiritistas

 
 

Pesquisar no Site

Educação Espírita

Educação Espírita Para a Família

CONHEÇA O NOSSO TRABALHO

SEMEANDO IDÉIAS

 
Leia aqui 
 
 

Movimento Espírita

 

Grupo Espírita Redenção - Andaraí - Rio de Janeiro, Powered by Joomla!